Em 2010, STJD nem aceitou denúncia contra o Flu

13 de dezembro de 2013 at 9:21 9 comentários

Por Julio Gomes, da ESPN

O discurso feroz de Paulo Schmitt, procurador-geral do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), tem chamado a atenção. “Não vejo escapatória para a Portuguesa. Seria a falência do STJD”, bradou o procurador, antes mesmo de a denúncia chegar ao tribunal, antes mesmo de o clube apresentar sua defesa. Mas, em 2010, não foi assim.

O STJD, na época, absolveu um jogador do Duque de Caxias, da Série B. Havia levado cartão amarelo por um clube, outros dois por outro, mas só cumpriu suspensão após levar os três com a camisa do Duque. Se a mesma regra fosse aplicada ao Fluminense, que havia vivido situação semelhante com o jogador Tartá, na Série A, o clube carioca poderia perder pontos por escalar o atleta de forma irregular. Com isso, perderia o título conquistado no campo em 2010.

Não importa o imbroglio jurídico. Estamos falando sobre o posicionamento do procurador-geral.

Vejam o que falou Paulo Schmitt naquela ocasião, ao Sportv: “Não acredito que haja condição moral, disciplinar, até (de tirar os pontos do Fluminense). Pode ter (condição) técnica. Técnica, jurídica, com base em uma jurisprudência. Mas moralidade… rediscutir o título que foi conquistado no campo de jogo, da forma como foi, agora (ao final do campeonato), abrindo um precedente… Essa decisão poderia ser em algum momento revista, mas isso seria um caos.”

Muito bem. Em 2010, portanto, levar a lei a ferro e fogo, de acordo com a jurisprudência criada pelo próprio STJD, acabaria tirando pontos e o título do Fluminense. Na época, Paulo Schmitt considerava uma falta de “moralidade” a “rediscussão do título conquistado no campo”.

Em 2013, o procurador-geral não parece nem um pouco preocupado com o que aconteceu no campo. No campo, a Portuguesa se salvou do rebaixamento. E a escalação irregular de Heverton, em um jogo em que mesmo perdendo a Portuguesa estaria salva, não fez a menor diferença para isso. Em campo, o Fluminense caiu. Mas, para Schmitt, três anos foram suficientes para adotar postura inversa.

Vamos o que disse Schmitt anteontem e ontem sobre o caso que pode rebaixar a Portuguesa e resgatar o Fluminense para a primeira divisão. : “Se clubes não puderem perder pontos quando culpados, passa a ideia de que se faz julgamento político, e não técnico. Se houver interesses clubísticos em julgamentos e as normas não forem aplicadas de acordo com o Direito, é a falência das nossas instituições.”

“Essas expressões passam a ideia de canetada na calada da noite. Estamos falando em julgamento, processo. A lei é para todos, e não só para Flamengo (que também pode perder pontos, mas sem consequência para rebaixamento) ou Portuguesa. Se a legislação não for aplicada, é um desrespeito com dezenas de clubes e jogadores que cumprem suas obrigações nos campeonatos.”

“Atletas são punidos desde os primeiros jogos, isso é critério técnico. Se os atletas não cumprem a punição, isso acaba impactando a isonomia, o tratamento igualitário para aqueles que estão na mesma condição jurídica. Tecnicamente, há uma irregularidade, não tenho dúvida nenhuma. Se você tem uma circunstância evidente sobre a perda de pontos e você vira as costas para isso, aí está assinada a falência de qualquer entidade que cuida dos devidos processos. Estamos todos trabalhando para que o futebol tenha moralidade.”

Três anos atrás, o critério técnico deveria ser ignorado em nome da moralidade. A moralidade, para Paulo Schmitt, era que o resultado do campo NÃO fosse alterado. Hoje, o critério técnico não pode ser ignorado. A moralidade, agora, é outra coisa. É o próprio critério técnico. Ou seja, a moralidade de Schmitt, agora, é, SIM, alterar o resultado do campo.

E aí, Paulo Schmitt? Quando valem critérios técnicos, afinal? E qual a moralidade que você prefere? Depende do clube envolvido? Perguntar não ofende.

Atualização:

Após a divulgação do vídeo, Schmitt se defendeu em sua página no Facebook. “Trata-se de uma fala descontextualizada, mais se assemelhando a algo montado, ridículo”. Está claro que não há montagem alguma. E não há nada fora de contexto. Ninguém está julgando a condição correta ou incorreta de Tartá em 2010 mas, sim, a postura completamente diferente do procurador para um caso parecido com o de hoje.

Em 2010, o STJD nem mesmo apresentou denúncia, para “preservar o resultado de campo”. Em 2013, mostra-se desesperado em busca de uma condenação que apaga o que foi feito em campo. A justificativa, na íntegra, está neste link. Dou meus parabéns para quem conseguir entender.

About these ads

Entry filed under: Uncategorized. Tags: .

Remo apresenta reforços e busca mais jogadores Para não esquecer jamais

9 Comentários Add your own

  • 1. Cláudio Santos - Técnico do Columbia - Val de Cans  |  13 de dezembro de 2013 às 9:53

    Uma coisa é certa, a Portuguesa está errada e deve mesmo perder os pontos e salvar o Fluminense… Agora, se fosse o contrário, certamente a atitude do STJD, não seria a mesma… Sabemos disso..

  • 2. 33 neles e sem vasilina  |  13 de dezembro de 2013 às 10:29

    Por falar em punição, tem gente da imprensa torcendo pra que diminuam a punição do time mais rebaixado do norte, e essas mesmas pessoas ficam pedindo punições mais rigorosas pra atletico e vasco, será que é medo de levar tiro na favela listrada? Por falar em violencia, ontem saiu mais um tiroteio naquela favela listrada na almirante barroso, mas a imprensa que vive criticando torcidas organizadas, evita falar o nome dessa torcida terrorista que mora no bolo fecal de graça, e que vive promovendo tiroteios na favela listrada. Já que os listrados se deram o trabalho de interferir na vaga do LEÃO na serie D gastando dinheiro pra subornar dirigente da federação de Rondonia (dinheiro que fez falta no rebaixamento da coisinha) e até foram no DETRAN pegar informações do EXPRESSO 33 rsrsrsrsrsrsrs, nós azulinos vamos mandar todas as reportagens envolvendo a torcida terrorista da VERGONHA DO NORTE, inclusive esse tiroteio de ontem, e tambem mostrando que essa torcida alem de morar de graça no bolo fecal, eles são uma mistura de cabos eleitorais e jagunços da presidencia incolor…É melhor voces correrem e procurarem o Sestário…Pra clube de esquemas, só serve advogado da mesma laia rsrsrsrsrsrsrsrsr

  • 3. Cheirosinha  |  13 de dezembro de 2013 às 10:37

    Como dizia o Toninho Malvadez, repetida reiteradamente pelos nossos amigos aqui do Ver O Peso, para os amigos, TUDO, para os inimigos, A LEI.

  • 4. Jorge Nascimento  |  13 de dezembro de 2013 às 10:45

    Desse jeito, jamais vamos moralizar o futebol brasileiro!

  • 5. ANDREIA NOBREGA  |  13 de dezembro de 2013 às 10:53

    Se o flu virar a mesa novamente vai se tornar o time mais odiado do Brasil

  • 6. Icca  |  13 de dezembro de 2013 às 13:09

    Tivemos um ilustrado jurista de fez parte de uma Corte nossa que quando confrontado com situações que conflitavam com posicionamento seu anterior saia como a seguinte perola:
    “CADA CASO É UM CASO, COM SUAS DIFERENÇAS E ESPECIFICIDADES”
    Acho que é o caso do procurador né?
    Vai que tenha sido aluno de nosso jurista….

  • 7. blogdogersonnogueira  |  13 de dezembro de 2013 às 14:54

    Concordo, amiga Andreia. O Flu, que não precisa desses artifícios, está queimando o próprio filme – e não é de agora.

  • 8. Édson PAYSANDU 7 x 0 Remorto. Tabú Eterno!  |  13 de dezembro de 2013 às 17:38

    Discordo dos amigos Gerson e Andreia, o Flu corre em busca de um suposto vacilo da lusa, um direito legal.

    A Lusa já sabe disso, tanto que agora mira pra cima do Sestario Columbia Icca, pois o mesmo teria agido de má fé para com os portugas,

    Agora como é que prova?

    Em resumo, Portuguesa é 2° divisão, e o Flu vai se safar numa boa.

    E vida que segue…vivendo e aprendendo!

  • 9. Édson PAYSANDU 7 x 0 Remorto. Tabú Eterno!  |  13 de dezembro de 2013 às 17:39

    Sestario Columbia Icca, o advogado que pra ganhar burla? Só o tempo irá dizer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Estatísticas do blog

  • 4,741,050 visitantes

Posts Recentes

gersonnogueira@gmail.com

Junte-se a 7.246 outros seguidores

ARQUIVOS DO BLOG

Calendário

dezembro 2013
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

NO TWITTER

Siga Gerson no Twitter


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 7.246 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: